quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

RECEITA: Pau a Pique (Cubu)

Cheguei, minha gente!!!! Estava com saudades de mim, Dona Maria? Resolvi tirar umas férias (também sô filha de Deus, né?) - visitei alguns lugares, conheci novos sabores e aprendi algumas receitinhas típicas da roça pra ensinar pra você. Advinhe o que reservei pra hoje? Pau a Pique! O quê??? Nunca ouviu falar? Que isso, Dona Maria?! É aquele bolo de fubá feito na folha da bananeira, lembra? Lembrou, né? Sabia...rsrs. Mas, sabe o que é o melhor dessa receita? Ela foi feita pela minha sogra, Dona Ana. Ela faz tudo "pru rumo" (isto significa que ela faz tudo de cabeça, sem receita) e fica um espetáculo! Tão bom, tão bom, que dá vontade de largar o filho dela pra me casar com ela. Imagina comer Cubu todo dia no café da manhã? Ai...Bom, vamos deixar essa "rasgação de seda" (Rasgar a seda = Puxar o saco) de lado e partir para o passo a passo dessa receita (já perdemos muito tempo, né mesmo)? 

PAU A PIQUE (OU CUBU)

1º Passo = Achar uma bananeira (hehehe); arrancar e cortar as folhas da bananeira. Veja como: 


Corte a folha no meio com ajuda de uma faca afiada (pode ser com tesoura). Depois, corte o bico da folha, formando um retângulo grande.



Lave bem as folhas e deixe-as secar.


2º Passo =  Fazer a massa do Pau a Pique

INGREDIENTES

1 Kg de fubá da Roça (sabe aquele saquinho de fubá que a gente encontra na mercearia ou até em supermercado, sem rótulo? Não? Poxa, compra um fubá bem amarelinho mesmo, com aparência de "pesado", ou seja, que seja fininho, sabe? Não? Aff, te vira, mulher! rs)
3 ovos
2 litros de leite azedo (É isso mesmo que você leu, Dona Maria! Tá pensando que aquele bolo lindo e delicioso que você compra na padaria não é feito com leite azedo ou coalhada, como queiram chamar? Tolinha! rsrsr)
1 pitada de sal
5 colheres de óleo (minha sogra também faz com gordura de porco)
1 colher de sopa de fermento químico em pó (Pó Royal ou outra marca de sua preferência)

MODO DE FAZER

Coloque o fubá e o sal em uma vasilha. Em seguida, faça uma calda de açúcar (minha sogra se esqueceu de me dar a receita da calda de açúcar. Humm...desconfio que foi de propósito...); jogue essa calda na vasilha com o fubá e misture bem. Deixe esfriar. Assim que esfriar, você acrescenta todos os outros ingredientes na vasilha (MENOS O FERMENTO QUÍMICO EM PÓ!). Misture. Na hora em que você for enrolar o Pau a Pique na folha de bananeira é que você vai colocar o fermento químico em pó, dissolvido em um pouco do leite azedo. Misture e, em seguida, coloque na folha de baneneira dessa forma:





Enrole com cuidado



Disponha-os em uma assadeira grande


 3º Passo (na verdade, esse pode ser o 1º passo) = Acenda o forno (coloque lenhas dentro, palha de milho bem seca, um pouco de álcool e, com muito cuidado, jogue um fósforo dentro. Quando a lenha "pegar", tampe o forno e deixe esquentar bem. Depois, com a ajuda de uma "vassoura" de galhos de alecrim, retire a lenha, limpando todo o interior do forno). Em seguida, coloque as assadeiras dentro.  Fácil, né? kkkkkk




Forno fechado, já com as lenhas dentro.



Limpando o forno com uma "vassoura" feita de galhos de alecrim amarrados em um bambu.



Você não tem noção de como é quente isso aí! Se for tentar, nem ouse em meter a cara aí dentro e, em seguida, beber uma aguinha gelada pra refrescar, hein?! A menos que você queira entortar a cara, claro!


4º Passo = Retirar o Pau a Pique do forno e comer!





Vai um pedacinho aí, Dona Maria? Hummmm....divino!


Se você tiver uma daquelas latas grandes, o seu Pau a Pique poderá ser armazenado por algumas semanas, sabia? Mas, se você acha mais fácil comprar o bendito na Padaria do Seu Manoel...eu te darei todo o meu apoio, amiga!!! Porque, cá pra nós: fazer um legítimo Pau a Pique a moda da minha sogra e de tantas outras mulheres talentosas aqui de Carmo do Rio Claro, não é pra qualquer um, não! É difícil pacas!!!! Eu vi e sei o que tô falando (quase queimei os cabelos na minha sobrancelha pra tirar as fotos do forno!). De qualquer forma, está aí a receita dessa delícia típica da roça. Beijocas e até amanhã.


4 comentários:

  1. Renata, Seu blog é 10. Continue assim, pois conseguiram achar minha loja atravéz dele. Muito obrigada. Patricia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Patrícia, pelo carinho. Fico feliz que goste do blog e que ele tenha ajudado. Bjus.

      Excluir
  2. uai, mas e o amendoim torrado e moído? e o bicabornato? que davam um gostinho especial ao pau a pique! até hoje sinto o cheiro da vassoura de alecrim que minha vó Maria usava para limpar o forno antes de botar as quitandas pra assar. o cheiro de alecrim queimado era a senha pra gente largar mão da brincadeira e voltar correndo pra casa, pra mesa cheia com as quitandas. e o pau a pique, enroladinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raimundo, obrigada pelo comentário. Esta receita é da minha sogra e ela não faz pau-a-pique nem com amendoim nem com bicarbonato. A sua receita deve ser ótima, pois com o seu comentário pude sentir o gostinho do amendoim torrado. Hummm... Depois, mande a receita pra gente testar e postar aqui. Um abraço!

      Excluir