quarta-feira, 30 de outubro de 2013

OLHARES DE MINAS: Um lugar chamado Mandembo


Eita, gente bonita! Feliz quarta-feira pra vocês! 

UM LUGAR CHAMADO MANDEMBO















Hoje, vou mostrar um pouquinho do Mandembo, um bairro rural de Carmo do Rio Claro. Sobre o significado do nome, uns dizem que Mandembo é "certa abelha silvestre de Minas Gerais" (http://www.dicio.com.br/mandembo/); outros, que é "lugar bom para se esconder". Sinceramente, não sei. Só sei que me deu vontade de mostrar esse bairro tão cheio de histórias, talvez para mostrar as necessidades aparentes do local ou talvez para que o Mandembo não fique esquecido ou tão-somente para matar a saudade dos que estão distantes...ou quem sabe tudo isso.






Mini-paiol



Vista panorâmica do Mandembo



A pracinha em frente a igrejinha de São José




Visão da rua principal com o prédio da antiga escola depois da casa de barrado azul, à direita.



Visão da rua principal, a partir da pracinha.


  




Casa do Dinho e da Dinha, pais da minha sogra "Ana"




O Centro do Mandembo com a casa do Paulo Vico, à direita.




Família Marques - Ana, Rita Helena, Berenice, Neide, Sueli, Beatriz e a pequena Sofia.





O engenheiro Luciano Marques posa em frente o cômodo comercial que abrigou a venda do seu pai, Tião Vico. Na parede estão as iniciais do seu nome (SLM).




Rua principal Zequinha Fernandes.





 Travessa do meio.





Atrás do trator com o guincho de água, está a casa onde a avó de José Milton Paiva morou nos últimos anos de vida.




 Casa do Zezinho Pedro



"Manhã de domingo, com céu claro. A brisa ameniza o calor no Mandembo.
Aproveito para fotografar as casas do arraial prestes a ter as duas ruas e três travessas asfaltadas.
Passo em frente a casa de Zezinho Pedro.
Aos 97 anos, é o morador mais antigo daquele bairro, “escondido” nos altos da serra, há 20 e tantos quilômetros da cidade.
As origens do povoado são obscuras. A tia Ana Justina diz que leu em algum lugar o significado da palavra Mandembo: “lugar bom para se esconder”. Vá lá, algum antigo quilombo? Algo para se pesquisar.
Dos antigos moradores, sobrou apenas o Zezinho Pedro. 
Mas, nessa manhã ensolarada de domingo, deixemos a história de lado.
Zezinho está se barbeando no quintal. Sentado numa cadeira, com uma mão segura o espelho todo manchado e com a outra, o barbeador – modelo antigo que encaixa a lâmina.
Está sob a sombra de bananeiras baixas, ao lado de um tanque-pia com torneira.
Puxo conversa e pergunto se posso 'tirar retrato'
Resmunga algo como 'prá que isso'.
Começo a fotografá-lo, enquanto conversamos".

(José Milton Paiva)





Zezinho Pedro, morador mais antigo do Mandembo.


"Continuo fotografando Zezinho.
De repetente, muda a conversa:
- Você sabe cortar cabelo?
- Não sei.
E mais não se falou. Despeço-me e ouço:
- Ainda é cedo!"


* Fotos cortesia: José Milton Paiva e Moacyr Marcos Cézar Costa



segunda-feira, 28 de outubro de 2013

RECEITA: Filé de Peixe ao Molho

Bom dia, queridos! Hoje vou postar a receita do 1º Programa "Uma Carioca na Roça" (TV Onda Sul - Canal 9), do qual sou apresentadora. Legal, né? Então, fique atento aos ingredientes e ao modo de preparo (ver vídeo) desse prato fácil e super delicioso.  Beijocas!


FILÉ DE PEIXE AO MOLHO

INGREDIENTES

500g de filé de peixe (aproximadamente 4 filés grandes)
4 dentes de alho amassados
Sal a gasto
2 cebolas grandes cortadas em rodelas finas
3 tomates cortados em rodelas

1 pacote de 340g de molho de tomate tradicional






Espero que tenham gostado! Até a próxima!




sábado, 26 de outubro de 2013

Um Feliz Sábado para Você!


Oi, Dona Maria, estou passando aqui para desejar um Feliz Sábado para você! Que Deus te abençoe!
"Busquei felicidade
Encontrei foi Maria
Ela, pinga e farinha
E eu sentindo alegria
Café tá quente no fogo
Barriga não tá vazia
Quanto mais simplicidade
Melhor o nascer do dia"

(Trecho da Música: "Simplicidade" )



sexta-feira, 25 de outubro de 2013

OLHARES E RECEITA: Café na Roça!

Boa tarde, minha gente! Hoje é sexta-feira, coisa boa, né mesmo? Pensando nisso, vou postar uma receitinha e algumas imagens que dão água na boca sobre: CAFÉ NA ROÇA! A-do-ro!!!!

CAFÉ NA ROÇA


INGREDIENTES (Para uma pessoa)

1 colher (sopa) não muito cheia de café em pó
1 copo (americano) de água
2 colheres (sopa) rasas de açúcar

MODO DE FAZER

Coloque o café dentro do coador de pano (de preferência). Enquanto isso, ferva a água com açúcar. Desligue o fogo e despeje essa água dentro do coador. Quando o café acabar de "passar", sirva-se e seja feliz! 

Acompanha: pão de queijo, bolo, bolachinha, biscoitinho, queijo, pão e muita prosa. Tudibão!




  



  
 











Café em grão! Bora moer?









quarta-feira, 23 de outubro de 2013

MOÇÃO DE APLAUSOS PELO PROGRAMA TELEVISIVO "UMA CARIOCA NA ROÇA"

carmo color 2
MOÇÃO DE APLAUSOS

"É com grande satisfação que o Poder Legislativo de Carmo do Rio Claro, honrosamente, confere-lhe Moção de Aplausos a blogueira, escritora e apresentadora de TV, Renata Junqueira.

Renata Junqueira Marques nasceu na cidade do Rio de Janeiro, onde passou toda sua infância e adolescência. Em 1995, mudou-se para Carmo do Rio Claro, cidade natal de seu pai e de seus avós paternos.

Formada em Direito pela UEMG (campus Passos), exerceu a advocacia por dez anos, até que a função de Oficial do Legislativo de Carmo do Rio Claro tornou-se sua atividade central.

Em 2011, mudou-se com a sua família para a Fazenda “Velha Itapiché”, no bairro rural carmelitano “Itapiché”, onde se apaixonou ainda mais pela culinária mineira ao cozinhar no fogão a lenha para familiares e amigos. Lá, criou o blog Uma Carioca na Roça, onde descreve o passo a passo de receitas e mostra curiosidades do campo.

Na mesma época, com o objetivo de resgatar a culinária tradicional mineira, começou a escrever um livro de receitas, vindo a publicá-lo em agosto deste ano com o título Uma Carioca na Roça – Relembrando Histórias e Sabores, retratando também um pouco dos pratos de sua cidade natal.

 O Sucesso foi tão grande que Renata Junqueira decidiu unir a teoria à prática, estreando este mês como apresentadora de programa culinário na TV Onda Sul (Canal 9). Filmado em sua fazenda, no Itapiché, o programa televisivo Uma Carioca na Roça promete atender tanto o público rural como o urbano, ao abordar temas como culinária, artesanato, curiosidades da roça, entrevistas, dicas de beleza e música de viola.

Por estes e tantos outros motivos que, mediante iniciativa do Vereador Wilber Pitol Moura, esta edilidade parabeniza, enaltece e lhe presta reconhecimento público e oficial por seu esforço em resgatar a nossa tradição e contribuir para a cultura mineira e o cultivo de nossa história.


Carmo do Rio Claro, 21 de outubro de 2013.



Câmara Municipal
Legislatura 2013/2016"




Obrigada a todos os vereadores pelo reconhecimento oficial e aprovação unânime desta Moção! 

Minha Gratidão.

Renata Junqueira




sexta-feira, 4 de outubro de 2013

RECEITA: PUDIM DE LEITE CONDENSADO

Olá, minha gente! Hoje vamos de sobremesa? PUDIM DE LEITE CONDENSADO! Quem não gosta? Acho difícil. Lá na Roça" Lanchonete é um sucesso (https://www.facebook.com/pages/Na-Ro%C3%A7a-Lanchonete/666939656667699?ref=hl), por isso resolvi mostrar o passo a passo pra vocês. Afinal, o que é bom e faz sucesso precisa ser compartilhado, né mesmo? 

Vamos aos ingredientes?

PUDIM DE LEITE CONDENSADO


INGREDIENTES

2 latas de leite condensado (395g cada)
2 latas de leite de vaca (integral)
3 ovos
1 copo americano de açúcar
1 copo americano de água

MODO DE FAZER

Em primeiro lugar, em uma panela não muito pequena, derreta em fogo brando o açúcar, mexendo sempre para que o mesmo não queime. Assim que o açúcar derreter por completo, junte a água. Você vai perceber que o açúcar vai grudar e formar aquela maçaroca. NÃO SE ASSUSTE: é assim mesmo! Vá mexendo de vez em quando até que o açúcar grudento se dissolva. Dissolvido, espere a calda engrossar e formar aquelas bolinhas chamadas "boquinhas de velho".

Desligue o fogo e transfira a calda para uma forma redonda com buraco no meio (própria para pudim). Com o auxílio de uma colher, passe a calda em toda extensão da forma. Reserve.

Em um liquidificador, bata os leites e os ovos (DICA: quebre os ovos um a um em outro recipiente, pois, caso contrário, pode acontecer de ter um ovo estragado e você perder todos os ingredientes).  Transfira a mistura para a forma e asse em banho-maria em forno preaquecido por, aproximadamente, uma hora e meia (o tempo dependerá da potência do forno) ou até que a superfície do pudim esteja firme.

Desligue o forno e espere esfriar. Leve à geladeira e desenforme somente gelado.

Agora, Dona Maria, é só saborear essa delícia! Antes disso, vamos as imagens:



 

 


Cuidado para não queimar!

 
 

Depois que juntar a água, o açúcar ficará grudento. Não se preocupe, porque ele se dissolverá com o calor do fogo.

 

Açúcar já dissolvido



Veja, pela imagem acima, o que é "boquinha de velho"


 

Passe a calda em toda forma

 

Asse em banho-maria



Pudim desenformado rende 10 pedaços generosos!


Caso você ainda tenha preguiça de fazer essa sobremesa mega fácil, é só dar uma passadinha "Na Roça" Lanchonete. Lá tem, Dona Maria, e feito por mim! Hummmm....O quê, não sabe chegar "Na Roça"? É fácil:

http://www.cliqueiachei.com.br/telefone/carmo-do-rio-claro/mg/renata--junqueira

Beijos ,T+!